NOSSO ENDEREÇO

Av. Anhanguera, 659 - JARDIM NOVO MUNDO - CEP 74705-015 - Goiânia-GO - Pr. Marcos Machado - Fone: (62) 3206-3506 email do blog:educristaibjnm@gmail.com - "SÓ O SENHOR É DEUS!"

08/03/2014

CRISE EXISTENCIAL


Salmo 6.1-10
 Ao ler as Escrituras, podemos surpreender-nos ao perceber que os homens de Deus do passado também eram pessoas comuns. Tendemos a criar uma auréola em torno deles, como vemos nos quadros da Idade Média, e passamos a vê-los como habitantes de outra esfera. A leitura de hoje nos mostra a realidade.
Nos seus três primeiros versos observamos o salmista debatendo-se com uma grave crise espiritual. Menciona temer o castigo, desabafa sua dor íntima, seu sentimento de derrota, e lamenta a demora em ser ouvido. A crise é tão profunda que teme não haver tempo de restauração. Parece-me que Davi, o autor, embora músico, não entoaria aquele cântico que diz ‘‘sempre sorrindo, mesmo quando não dá’’. Essa ideia de que somos criaturas inatingíveis pelo mal humilha os demais. Uma crise existencial por vezes nos leva a assumir nossa humanidade, e com isso crescemos em direção à maturidade.
Outro ensino que Davi nos transmite é que temos dois tipos de inimigo: os outros e nós mesmos. A dor moral expressa no verso 3 é experiência vivida por muitos. Entretanto, depois o autor revela a gloriosa experiência que só quem anda com Deus vivencia. ‘‘Ele ouviu a minha súplica, aceitou a minha oração´´.
Vejam o curso do salmo: Davi começa lidando com a derrota, confessa sua crise, revela seu quebrantamento, diagnostica o problema, busca o Senhor em oração, celebra sua vitória. Que ensino nos traz este salmo? Se temos o recurso da graça do Senhor ao nosso dispor, todas as vezes que recorrermos a ela sairemos vitoriosos. O cristão é ou não um ser privilegiado? Com certeza é! A propósito, você é cristão?


Fonte: Radio Trans Mundial, Manoel de Jesus Thé

01/03/2014

ILUSÃO

                                                                                                             1 Samuel 8.1-10; 19-20
Todo ser humano tem em sua trajetória alegrias e lutas. É nos momentos de dificuldades que somos tentados a olhar para outras pessoas e fazer comparações. Infelizmente, na
maioria das vezes acabamos achando que nossa situação é pior que a dos outros. Pensamos que "a grama do vizinho é mais verde que a nossa". No texto de hoje, vemos que os israelitas sofriam devido à liderança de pessoas infiéis às ordenanças de Deus.
Tudo isso gerou descontentamento, e o povo passou a olhar para as nações vizinhas, acreditando que estas viviam melhor com seu sistema de governo centrado na monarquia. Até aquele momento, Israel era um país teocrático, no qual Deus governava por meio dos profetas ou dos juízes. Ao olhar para outras nações, os israelitas passaram a esquecer-se do Senhor e acreditaram que , se tivessem um rei, assim como os outros povos, seus problemas seriam resolvidos. Isso era uma grande  ilusão e só trouxe mais sofrimento. Aconteceu tudo o que o Senhor tinha anunciado: muitos passaram a servir e a contribuir para a manutenção da estrutura governamental. Além disso, muitos reis não seguiam a Deus e levaram o povo à idolatria. A segurança de Israel dependia exatamente do contrário do que fizeram: deveriam ser diferentes das outras nações. Com o texto lido hoje, aprendemos que é sempre   melhor andar com o Senhor, mesmo em meio a dificuldades, pois muitas vezes nossa visão limitada nos conduz a ilusões. Não devemos nos deixar enganar pela boa vida dos outros; a cobiça pode nos cegar e levar à ruína. É preciso lembrar que,quando Deus é nosso líder, não necessitamos olhar para as coisas dos outros. Mesmo que estejamos passando por problemas, devemos lembrar que servir a Deus ainda é a melhor opção, pois o Senhor nunca vai nos explorar. Também não devemos desejar o que é do próximo, pois isso pode resultar em frustrações maiores. A vida do outro pode parecer melhor, mas nos momentos de luta a orientação do Senhor é incomparavelmente superior.


Fonte:Radio Trans Mundial, Marivete Zanoni Kunz

 ------------------------------------------------------------------------------------------------