NOSSO ENDEREÇO

Av. Anhanguera, 659 - JARDIM NOVO MUNDO - CEP 74705-015 - Goiânia-GO - Pr. Marcos Machado - Fone: (62) 3206-3506 email do blog:educristaibjnm@gmail.com - "SÓ O SENHOR É DEUS!"

07/12/2013

AMIGOS

        Se hoje ainda existe algum preconceito em relação a pessoas deficientes, na época de Jesus havia ainda mais, pois deficiência era sinônimo de pecado, como podemos conferir em João 9.2. Nas leituras de hoje conhecemos dois deficientes. Um deles estava enfermo há 38 anos, com alguma limitação que o impedia de se locomover normalmente. Fazia tempo que tentava entrar no tanque para obter sua cura, porém sozinho não era capaz e também não conseguia que ninguém o ajudasse. O outro poderia considerar-se um felizardo, pois tinha amigos verdadeiros, que enfrentaram obstáculos para realizar o seu intento: apresentá-lo a Jesus, para que por Ele fosse curado. Aqueles quatro homens poderiam ter recuado quando perceberam que não passariam pela porta e que haveria grande dificuldade para levar seu amigo até Jesus. Mas eles não desistiram! No Evangelho de João, o enfermo é curado apesar do seu desânimo. No de Marcos o paralítico é curado por causa da fé de seus amigos? Talvez a paralisia espiritual os tenha impedido de caminhar até Jesus, mas nós podemos levá-los até o Senhor, seja sozinhos ou unidos a outros irmãos. Será que há alguém precisando de um milagre, de uma palavra de conforto, de salvação, e nós passamos por ele apressados para conseguir as nossas bênçãos e nem sequer percebemos há quanto tempo a pessoa está ali esperando que alguém a leve não ao tanque, mas à fonte de águas vivas? Precisamos amar as pessoas a ponto de pagarmos o preço pelo milagre na vida delas. Talvez alguém espere que o busquemos no leito e o apresentemos a Jesus. E certamente Jesus também espera isso de nós.

Demonstre amor pelos seus amigos levando-os até Jesus.


Radio Trans Mundial, Clicia Barce

MISSÃO VIDA

   


 A Missão Vida é uma instituição cristã que tem a Bíblia como regra de fé e prática e todas as ações dirigidas pelos princípios bíblicos. Como entidade filantrópica, tem a missão de atender à população carente sem quaisquer restrições a outras religiões ou credos.

     Recuperar mendigos é como recolher conchinhas no mar: não se pode resgatar todas, mas cada uma tem um valor muito especial” – Rev. Wildo Gomes dos Anjos

CONTRIBUA FAÇA DOAÇÕES 
BRADESCO: Ag. 0240-2, C.C.:0055578-9
Site:www.mvida.org.br
Email:mvida@mvida.org.br

V CONFERÊNCIA 4 QUATORZE

Para pais, líderes e pastores
Local: ICE Campinas 
Inscrições: 62 8536-1062
Pr. Daniel  Lucas
dlucas@oanse.org.br
www.confererencia414.org.br
Período 23 e 24 de maio de 2014

06/12/2013

IPL2012 - Louvor Grupo 1 PP



Vídeo postado no youtube por Kezia Brasil em 04/-02/2012.  Jovens   confirmando que: nós 

queremos ouvir Tua voz
Teu louvor sempre esteja entre nós
Queremos ser, Senhor, mais sábios
Na verdade e no amor
Marcharemos na coragem do Senhor

Marcharemos cheios de coragem
E seguiremos seja onde for
Embora a dor nos cerque na viagem
Marcharemos na coragem do Senhor

E quando a escuridão da noite descer
Queremos só pela graça e fé viver
Com esperança e com coragem
Na alegria ou na dor
Marcharemos na coragem do Senhor

Marcharemos - Vencedores por Cristo


30/11/2013

IMITAR A DEUS


Sejam santos porque eu, o Senhor, o Deus de vocês,  sou santo (Levítico 19:2b). Parece que o mundo encolheu na atualidade. Os meios de comunicação, cada vez mais eficazes, fazem de nosso planeta uma aldeia global onde todos sabem o que acontece com todos, a toda hora, e em todos os lugares. As informações são muitas e variadas, algumas até boas, mas outras, a grande maioria, estarrecedoras. Cada vez mais fica evidente a atualidade da declaração bíblica que diz: “O mundo jaz no maligno”. Guerras absurdas, corrupção, mentira, agressão à atureza, opressão contra os mais fracos, imoralidade generalizada, descaso com as crianças e os ídolos, etc, são a tônica assustadora dos noticiários.Fazer o bem tem-se tornado algo tão raro em comparação com as atitudes gerais das pessoas, que há alguns anos um simples trabalhador foi destaque na mídia nacional por encontrar uma mala com certa quantidade de dinheiro e procurar devolvê-la a seu legítimo dono. Sua atitude foi considerada tão inusitada que chegou a receber homenagens formais de autoridades do nosso país, como se o que ele fez não fosse o normal a se fazer. Esta tendência para o mal não é nova. O ser humano é corrupto desde que se afastou de Deus. Isto só está mais evidente agora por causa da evolução das comunicações. A postura cristã diante destes problemas também não deve ser nova. Ela precisa continuar a mesma que a Bíblia nos ensina há tanto tempo. Assim como Deus orientou o povo de Israel, ao entrar em Canaã, a viver uma vida diferente dos demais, baseada no modelo de santidade dEle mesmo, também nos orienta em toda a Bíblia a vivermos uma vida santa em meio à orrupção, como seus imitadores. Como povo de Deus, precisamos resistir às influências negativas do mundo em torno. Olhando para Jesus, expressão máxima de Deus, devemos imitá-lo como nos ensina a sua Palavra, fazendo diferença positiva onde vivemos.Nossa vida será tão perfeita quanto formos santos –ligados a Deus.

Radio Trans Mundial, ARG

RELIGIÃO ESTÉRIL

Jesus, para mostrar a pobreza de conceitos e de experiências da religião judaica de seus dias, fez com que uma figueira secasse completamente. Estando com fome, Ele e seus discípulos chegaram-se a uma figueira procurando fruto, mas não o encontraram. Essa figueira deveria ter figos (os primeiros frutos), porque tinha folhas; contudo era estéril! Por isso, como exemplo para os discípulos, Ele disse: ‘‘Nunca, jamais coma alguém fruto de ti’’.No dia seguinte, os discípulos se maravilharam ao ver que aquela árvore secara completamente, desde as raízes. Foi então que Jesus disse: ‘‘Tende fé em Deus’’.Ele estava tentando dizer aos seus discípulos que fé em conceitos errados sobre Deus e em interpretações erradas das instituições da sua religião era inútil - estéril.Esse conceito estéril nunca poderá satisfazer a fome da alma. Originalmente, a revelação que Deus fez de Si mesmo, e a compreensão verdadeira das Suas ordenanças, trouxera vida e bênção. Contudo, nessa época, eles já haviam pervertido de tal forma revelação original, que nada mais conservavam, a não ser memórias dos poderosos feitos de Deus no passado, além de suas próprias ideias a respeito de serviço e adoração.
  As suas instituições, ordenanças e sacrifícios haviam ocupado o lugar de Deus; por isso, quando os discípulos viram a figueira seca, Jesus lhes disse: ‘‘Tende fé em Deus’’. O Senhor desejava que eles se voltassem para Deus, a Pessoa, e não para um conceito de Deus fabricado pelo homem, e as suas ideias erradas concernentes ao serviço e à adoração. Assim, também nós precisamos ter fé pessoal em um Deus pessoal. É bom que os conceitos de Deus emitidos pelo homem, e as ideias de serviço e de adoração concebidas pelo homem morram. É um grande erro declarar que ‘‘Deus está morto’’. Não é assim! Os homens estão simplesmente descobrindo a sua própria condição espiritual, e as suas ideias erradas a respeito de Deus, o Criador e Governador do universo, o Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, e de seu Santo EspíritoÉ bom que vejamos secarem desde as raízes as figueiras que existem, ‘‘tendo forma de piedade, negando-lhe entretanto, o poder’’. Que elas vacilem e caiam; que se queimem e se tornem em cinzas. Nós, porém, tenhamos fé no Deus vivo, Aquele que nos fez à própria imagem.
Aquele que oferece restauração através de uma viva comunhão consigo mesmo. Tenhamos fé em Deus, Aquele a quem podemos falar, e que nos pode falar, Aquele que nos ama, e a quem  podemos amar. Nós O conhecemos, porque O temos visto com os olhos da fé; nós O ouvimos com o ouvido da fé. Sabemos que Ele nos vê e ouve, porque sentimos aquela  comunhão viva e íntima, pela qual nossa alma suspira. Tenhamos fé em Deus. Ele é o mesmo. ‘‘Eu, Jeová, não mudo’’. A revelação completa de Deus veio na pessoa de Jesus Cristo, sua vida, crucificação e ressurreição. Podemos  conhecer a Deus como Alguém que cumpre tudo o que prometeu. As suas promessas são ‘‘sim e amém’’. Ele revelou a Si próprio como Deus, em poder, amor e misericórdia. Ele tudo sabe e não obstante, preocupa-se com cada pessoa em particular. Louvemos a Ele agora e para sempre.
Pr. Ted A. Hegre
Fonte: Revista Mensagem da Cruz n° 161


23/11/2013

MARCAS DA IGREJA

1962
JULHO
28 - Lançamento da Pedra Fundamental do antigo templo da igreja

  Imagens do primeiro culto de ação de graças

Um dos membros fundadores  Eduvirges Pereira Bastos  que nos espera na Glória

1981

DEZEMBRO


05 - Estréia na Igreja o primeiro conjunto musical de adolescentes - Nova Jerusalém.

1982

AGOSTO

18 - Primeira reunião do corpo diaconal da igreja

1983 

AGOSTO

21- Estréia na Igreja o conjunto musical formado por jovens e adolescentes - Vozes que louvam
1997 

DEZEMBRO

14 -   Publicado o primeiro Jornal da EBD - Diretora Eduvirges  Pereira Bastos e Redatora Dorothéia Barbara


2005

FEVEREIRO

18 e 19 - Clínica para professores da EBD - Repensando o Estudo Bíblico na EBD.


AGOSTO

25 -  Posse do Pr. José das Graças  Silva de Oliveira  na Missão Bairro da Vitória.
26-  Culto de Ação de Graças  pelos 41 anos da nossa igreja.
  

OUTUBRO

09 -  Almoço na Missão Bairro da Vitória
12 -  Retiro da Igreja - Chácara Provence.
15 -  I Retiro da Diretoria  da Igreja, em Goianira (GO)


NOVEMBRO

08 - Dia Batista de Oração Mundial - Tema: Enxergando com novos olhos  - Coordenado pela MCA.
29 -  Intercâmbio da MCA da igreja e da Igreja Batista do Setor Universitário.

2013

FEVEREIRO

17- Início dos cursos do Pro-jovem  nas dependências da igreja

JULHO

28 - JUBILEU DE HELIOTRÓPIO - Aniversário da Igreja Batista Jardim Novo Mund
Alguns membros fundadores e seus descendentes

NOVEMBRO

17 - II Formatura do Projovem -  60 jovens qualificados para o mercado de trabalho.
Miss. Dinalva, Pr, Marcos e equipe do Projovem

DEZEMBRO

08 - Confraternização da Igreja  reunida por ocasião do aniversário do Pr. Marcos
15 - IV  Formatura do Instituto Bíblico Novo Mundo
21 - Casamento dos irmãos Sarah e Rubéns Borges.

2014

ABRIL
25 -  Programação Igreja perseguida
31- Culto de Ação de Graças pelos 50 anos da MCA


VOCÊ É CRISTÃO?


“Nem todo o que me diz Senhor, Senhor, herdará o reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai” (Mateus 7.21).

São palavras de Jesus que deixa bem claro, só irá para o reino dos céus quem faz a vontade de Deus. O cristão não é aquele que diz ser cristão, mas o verdadeiro cristão é aquele que crê na sã doutrina. É aquele que obedece a Palavra de Deus, que mostra evidências de uma vida mudada.

Ser cristão não é ir aos cultos, não é ser uma pessoa boa, não é ser batizado. Tudo isso só é válido quando a pessoa entende o que Cristo fez na cruz do calvário, quando há arrependimento dos pecados. O cristão que entendeu o verdadeiro evangelho vai aos cultos, sabe do seu compromisso com Deus, e O adora em espírito e em verdade.

O cristão é aquele que passou pelo batismo nas águas, após a conversão. Só é batizado quem passou pelo novo nascimento, quem entendeu o que Cristo fez na cruz, quem se submete a Ele. Você é cristão? Cristão deposita sua fé em Cristo.

O cristão tem o Espírito Santo habitando em sua vida, ele vive uma vida diferenciada. O cristão obedece às Escrituras, não se submete à vontade dos homens, mas a vontade de Deus. O cristão cresce diariamente, como diz as Escrituras: “Antes crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”. O cristão é aquele que ama a Jesus de todo o seu coração, de toda a sua alma e com todo o seu entendimento. O cristão compartilha Jesus com as pessoas, pois sabe que sem Ele a vida não tem sentido.

Pergunto: Você é cristão? Quais as evidências que você tem dado que é realmente um cristão? Você está firmado nas Escrituras? Você obedece a Palavra de Deus? Você vive para a glória de Deus? Se ainda não, aceite a Cristo como seu único e suficiente Salvador e Senhor



.Cleverson Pereira do Valle

Pastor da PIB em Artur Nogueira, SP
Fonte:http://www.batistas.com/i

14/11/2013

DEUS SE MOSTRA FIEL EM TEMPOS DE GUERRA

"Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza, auxílio sempre presente na adversidade." (Salmos 46.1O) 

Conflito civil na Síria trouxe enormes complicações para toda a população. Aqueles que não fugiram do país estão tentando reconstruir suas vidas em cidades menos afetadas pela guerra ou em campos de refugiados. A Portas Abertas Internacional tem procurado socorrê-los com alimentos, remédios e outros itens. Um desses cristãos beneficiados compartilhou seu testemunho: "Minha família é formada por quatro pessoas: minha esposa, minhas duas filhas e eu. Levávamos uma vida normal no norte da Síria. Eu e minha esposa tínhamos bons empregos. Mas começamos a passar por dificuldades em julho de 2012, quando minha esposa foi demitida da escola particular em que trabalhava. Tivemos de viver somente com o meu trabalho. Quatro meses depois tive uma redução salarial e nossa situação piorou. Os alimentos, remédios e roupas que temos recebido de vocês, por meio da igreja, têm nos ajudado a carregar o fardo que está sobre nossos ombros. Quero aproveitar esta oportunidade para agradecer a cada pessoa que se tornou uma ferramenta de consolo e estendeu sua mão de misericórdia neste momento de crise. A minha oração é que o Senhor recompense cada doador e cada pessoa que trabalhou para socorrer pessoas que, como nós, estão necessitadas de ajuda. Que Deus os abençoe".

Pedidos de oração

Ore pelos projetos emergenciais da Portas Abertas na Síria, para que sejam bem-sucedidos e beneficiem o máximo de cristãos possível. Interceda pela proteção e saúde de todos os de todos os colaboradores da Portas Abertas no país.
www.portasabertas.org.br

PÕE EM ORDEM A SUA CASA



Leitura Isaías 38
Leitura da Bíblia : Ezequiel, capítulos 2, 3 e 4
   O que acontece a Senaqueribe todos sabemos. Seus exércitos foram derrotados pela mão de Deus de maneira fantástica e maravilhosa. Aquilo que Isaías profetizara aconteceu, e a vitória de Ezequias foi completa.

   Mas a vida deste rei vai ter outro evento maravilhoso. Ele vai receber uma ordem da parte de Deus, provinda também da palavra de Isaías, que vai marcar profundamente a sua vida e a posteridade do reino de Israel, pois vai ser no tempo de vida a mais concedido pelo Senhor que lhe nasce o filho Manassés, o rei de mais longo reinado sobre Judá e, também, de triste lembrança, o pior de todos eles.

   No entanto, o que gostaríamos de ressaltar no texto é a ordem que o Senhor dá a Ezequias quando lhe comunica a chegada de sua morte:

   "Assim diz o Senhor: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás" (Is 38.1b).

   O que este "pôr em ordem a casa" nos aponta é que o Senhor deseja que todos nós estejamos preparados para o dia de nos encontrar com ele. Ezequias foi um ser privilegiado pois recebeu esta ordem de Deus, dando-lhe o aviso de que estava na hora de arrumar a sua casa, a fim de que, de forma digna e honrada, se despedisse do mundo, dos seus queridos, dos seus súditos.

   Quantas pessoas, crentes inclusive, temos sabido, que chegam ao fim sem terem posto em ordem "a sua casa". Problemas de ordem moral, relacionamentos rompidos, vida financeira periclitante, e o fim, ao chegar, traz consequências negativas para todos os familiares, amigos e até mesmo para a igreja. Esta é a ordem, acredito, que muitos de nós gostaríamos de receber antes que a morte chegue, para que possamos reconciliar-nos com tudo aquilo que vai de mal a pior em nosso viver, consertando os nossos caminhos. No entanto, fica a pergunta: Por que não viver com a casa em ordem, independentemente do aviso de Deus? Não seria muito melhor assim?

Oração para o dia:

   Senhor, faze-me viver com "a casa em ordem". Que não haja problemas a deixar para os meus, porque procurei resolvê-los antes de partir.
Meditação extraída do sitewww.juerp.org.br

REPENSANDO A EBD


ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
                                            
                                                                    
  
                                                                                                       Adaptado por  Dorothéia Barbara Santos

ETAPAS

1. Alcançar todas as faixas etárias da Igreja
2. Conquistar seus alunos
3. Ensinar a Palavra “[...] se é ensinar que haja dedicação no ensino.” ( Rm.12.7b )
4. Capacitar Professores.
RELEVÂNCIA
1. Comunhão com Deus e com os irmãos, edifica os crentes e é um agência de ensino  Atos 2.42,44 )

–  COMO FAZER A EBD CRESCER? SUGESTÕES

LOCALIZAR A POPULAÇÃO ALVO

1. Atentar para o “D”
2. Observar o rol de convertidos
3. Observar a relação de visitante e novo convertidos
4. O rol de membros da igreja
5. A comunidade ao redor da Igreja

PROMOVER UMA CAMPANHA CONTÍNUA DE MATRÍCULA

1. Traçar um plano
2. Estabelecer critérios de retirada de alunos do rol de matriculados
3. Matricular quem desejar, ainda que não seja crente

ELABORAR UM PROGRAMA DE VISITAÇÃO

AMPLIAR A ESTRUTURA DA IGREJA (D)

ADOTAR MÉTODOS DE ENSINO CRIATIVO

CONTAR DA PARTICIPAÇÃO DE TODOS OS LÍDERES DA IGREJA (comparecer, participar, estimular, incentivar e aprender)

ESTABELECER INVESTIMENTO

RECURSOS FINANCEIROS, HUMANOS E TÉCNICOS

O PROFESSOR DE UMA EBD

TER VOCAÇÃO: chamado, disposição, aptidão, talento natural, inclinação...

CARACTERÍSTICAS: Sociabilidade, bom temperamento, (p. 48), amor pelos seus alunos, aptidões QUALIFICAÇÕES ESPIRITUAIS

1. Ter convicção de sua chamada (Efésios 4.11,12 )
2. Ter um real relacionamento com o Senhor Jesus
3. Esforçar-se em seguir os exemplos de Jesus
4 Disposição e humildade para aprender

5. Liderança positiva:

        a) apóia o pastor da igreja
        b) dá assistência aos cultos
        c) participa efetivamente  no  sustendo  da obra de Deus
        d) integra-se a igreja, presença e atividade nos cultos
        e) vive longe dos ventos de doutrinas
        d) procura ser correto em tudo
        e) vive o que ensina
        f) [procura ter um lar cristão
        g) apóia missões
        h) promove a capacitação de novos líderes
        i ) lê e estuda a Bíblia com eficiência.

Referencia Bibliográfica
TULER, Marcos. Manual do Professor de Escola Dominical. Rio de Janeiro: CPAD, 2006, p 1-66.


12/11/2013

PEDIDOS DE ORAÇÃO PARA TODAS ÀS IGREJAS DO SENHOR JESUS CRISTO

Pedidos elaborados por um grupo de adolescentes da IBJNM, cidade de Goiânia-GO. A proposta foi que todos refletissem sobre o comportamento dos membros da igreja e as principais necessidades de aprimoramento cristão. Foram lidos e comentados os versículos: Mateus 7:7-8 Tessalonicenses 5:17:

*    Que cresça espiritualmente;
*    Que cuide da família de todos os membros da Igreja;
*    Que capacite obreiros para o seu trabalho e que as pessoas incrédulas veja em nós a grandeza de Deus;
*    Que Deus abençoe o ministério de Libras e seus  coordenadores;
*    Que cada membro esteja sempre pronto para louvar;
*    Que todos sejam dizimistas;
*    Que saibamos recepcionar os visitantes de tal maneira que voltem outras vezes;
*    Que saibamos evangelizar as crianças que chegam à igreja;
*    Que a Igreja se anime através da música, nos acampamentos, nas diversas reuniões e nas diversas programações, lembrando que tudo é para o louvor do nosso Deus;
*    Que a construção do templo seja concluída;
*    Que haja sempre comunhão entre os irmãos;
*    Que há sempre novos convertidos;
*    Que a EBD ( Escola Bíblica Dominical)  cresça através do estudo da PALAVRA;
*    Que jovens e adolescentes sejam exemplos de vida com Cristo;
*    Que os nossos amigos vejam em nós, a luz de Cristo
*    Que Deus abençoe a Igreja em todos os sentidos.

Ore conosco!
Dorothéia Barbara ( Novembro/2012)
 (Profa. da Classe de adolescentes

08/11/2013

VIVO PARA GLÓRIA DE DEUS



           Viver para a glória de Deus é também não permitir que a visão missionária seja perdida pela igreja do Senhor Jesus. Uma das estratégias do reino das trevas é conseguir que os líderes da igreja se afastem da visão missionária e se isolem. Quando isso acontece a igreja perde o foco e definha, como temos visto em vários países que no passado foram grandes proclamadores do evangelho de Cristo Jesus. Nós somos um povo de missão. Povo que marcha, sem recuar, unido e com os olhos no horizonte na expectativa da volta de Cristo. A nossa chamada remonta aos tempos dos patriarcas, pois somos descendência de Abraão em Cristo Jesus, conforme Gálatas 3.29. Nossa missão é ser bênção para todas as famílias da terra. O Senhor Jesus nos comissionou para ir e fazer discípulos. Não podemos fugir nem da missão nem da nossa identidade como povo missionário. Fazer missões é próprio dos servos do Senhor Jesus Cristo. Se envolver, orar, ofertar, ir, mobilizar e testemunhar são atitudes inerentes à nossa natureza como igreja desde o seu início no Novo Testamento. E tudo isso é consequência natural da presença do Espírito Santo em nós. Ele nos concede poder, paixão pelas almas perdidas e nos impulsiona a fazer, com alegria, a obra que nos foi confiada.

Promover e realizar uma grande campanha de Missões Nacionais anualmente é fundamental e superestratégico para o avanço do evangelho em nosso país. Primeiro porque a chama de missões se mantém viva e os valores e conceitos missionários são transmitidos para as novas gerações; segundo, porque sempre há uma grande mobilização de oração pelos missionários durante a campanha; terceiro, é também um tempo de despertamento de vocações, pois o Brasil é muito grande e os trabalhadores ainda são poucos, há muitos corações para serem alcançados com a Palavra de Deus; e quarto, são levantadas ofertas para o sustento dos projetos missionários atuais e para começarmos novos projetos de plantação de igrejas e evangelização. Muitas vidas dependem dessas ofertas. Toda oferta levantada para missões deve ser investida na obra missionária. Quanto mais recursos investidos na obra mais vidas serão alcançadas e o reino de Deus avançará mais ainda. Por tudo isso, suplicamos aos pastores, líderes e igrejas batistas de todo o Brasil que realizem uma grande campanha de Missões Nacionais em 2013, pois precisamos continuar avançando na conquista da Pátria para Cristo. Há muitas cidades, bairros, comunidades ribeirinhas, tribos indígenas e grupos étnicos, com os quais precisamos iniciar  novos projetos de evangelização e plantação de igrejas multiplicadoras. Conto com você e sua igreja para realizarmos a maior campanha da nossa história, com um alvo de fé que superem pelo menos em 20% o valor da oferta do ano passado. Aproveito para agradecer de todo o meu coração e em nome de todos os nossos missionários, o apoio que as igrejas batistas têm dado Missões Nacionais. Viva para a glória de Deus, faça uma grande campanha missionária. É tempo de avançar! Recuar, jamais!       
Com gratidão,
Pr. Fernando Brandão

Diretor Executivo de Missões Nacionais

RACA




A.      Em Mt 5.22, o termo “raca” com frequência é identificado com o termo rabínico ´rega´, ´imprestável´, ou ´miserável´, que teria o mesmo sentido que ´insensato´... (TOLO)

B.      Um insulto. Tradução livre do hebraico raca. ... O sentido da palavra não é claro. As opiniões são as seguintes:

1.  Palavra sem sentido, interjeição, som que indica ódio, mas sem definição própria.

2.   Equivalente (mas sem o mesmo significado) ao grego “su”, que tem o sentido de “você”, mas às vezes com ódio, manifesto no tom da voz.

3.    “Cuspir”, termo usado para os heréticos.

4.        “Vão”, provavelmente com o sentido de “TOLO”. ... Essa é a ideia mais comum, e tem ilustração no AT, Juízes 9.4; 11.3; Pv 2.11.

C.      Termo aramaico reka, indigno. Aplicado em sinal de desprezo.

Fontes

Champlin, Russel N. Ph. D. O NOVO TESTAMENTO INTERPRETADO – versículo a versículo, S. R. A Voz Bíblica Brasileira, Guaratinguetá, S/D, p. 310 e 311.

Davis, John D. DICIONÁRIO DA BÍBLIA, Casa Publicadora Batista, Rio de Janeiro, 1977, verbete “raca”.

15/10/2013

13/10/2013

PACTO DAS IGREJAS BATISTAS

          Tendo sido levados pelo Espírito Santo a aceitar a Jesus Cristo como único e suficiente Salvador, e batizados, sob profissão de fé, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, decidimo-nos, unânimes, como um corpo em Cristo, firmar, solene e alegremente, na presença de Deus e desta congregação, o seguinte Pacto:
       Comprometemo-nos a, auxiliados pelo Espírito Santo, andar sempre unidos no amor cristão; trabalhar para que esta igreja cresça no conhecimento da Palavra, na santidade, no conforto mútuo e na espiritualidade; manter os seus cultos, suas doutrinas, suas ordenanças e sua disciplina; contribuir liberalmente para o sustento do ministério, para as despesas da igreja, para o auxílio dos pobres e para a propaganda do evangelho em todas as nações.
       Comprometemo-nos, também, a manter uma devoção particular; a evitar e condenar todos os vícios; a educar religiosamente nossos filhos; a procurar a salvação de todo o mundo, a começar dos nossos parentes, amigos e conhecidos; a ser corretos em nossas transações, fiéis em nossos compromissos, exemplares em nossa conduta e ser diligentes nos trabalhos seculares; evitar a detração, a difamação e a ira, sempre e em tudo visando à expansão do reino do nosso Salvador.
           Além disso, comprometemo-nos a ter cuidado uns dos outros; a lembrarmo-nos uns dos outros nas orações; ajudar mutuamente nas enfermidades e necessidades; cultivar relações francas e a delicadeza no trato; estar prontos a perdoar as ofensas, buscando, quando possível, a paz com todos os homens.
Finalmente, nos comprometemos a, quando sairmos desta localidade para outra, nos unirmos a uma outra igreja da mesma fé e ordem, em que possamos observar os princípios da        Palavra de Deus e o espírito deste Pacto.O Senhor nos abençoe e nos proteja para que sejamos fiéis e sinceros até a morte.

12/10/2013

EM CRISTO ENCONTREI LIBERTAÇÃO


“Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades
 e sobre si levou as nossas doenças.”(Isaías 53.4)

 "Eu me chamo Arsih, tenho 42 anos, nasci em uma família radicalmente islâmica. Sou mãe de quatro filhos e vivo em uma cidade na Indonésia. Fui diagnosticada com uma doença psicológica, o que é motivo de vergonha para as famílias, então, meus parentes me trancaram num quarto escuro, longe de todos.Fiquei sozinha nesse quarto por alguns meses. Depois de algum tempo, comecei a receber a visita de Jesus em meus sonhos. Vi os furos em suas mãos. Essa era a prova de que ele havia morrido para me salvar. Ele curou meu corpo, minha mente e meu espírito. Algum tempo depois comecei a estudar a Bíblia. Meu marido e eu conhecemos outros cristãos e começamos a aprender mais sobre a fé cristã.Toda minha família foi batizada e temos desfrutado da comunhão com outros cristãos, nos reunindo com eles duas vezes por semana. No entanto, ainda cubro a cabeça com o véu, como fazem as muçulmanas, porque se descobrirem que me tornei cristã serei vítima de perseguição e posso até ser morta. Também faço as orações cinco vezes por dia, mas hoje oro a Jesus.Aos poucos, tenho falado sobre Jesus aos meus parentes. Ainda tenho muito receio de compartilhar minha fé com meus familiares, que são muito influentes na cultura islâmica em que vivo."

Pedidos de oração 
Ore para que Arsih consiga testemunhar de Cristo a todas as pessoas de sua família a fim de que eles se rendam ao incomparável amor de Deus.

Ore para que Deus proteja e fortaleça os novos convertidos na Indonésia.


Fonte:www.portasabertas.org.br

RAMADÃ: TEMPO DE TENSÃO E DE TESTEMUNHAR DE CRISTO

“Vocês são o sal da terra e a luz do mundo.” (Mateus 5.13-16)

          Muitas lanternas decorativas são instaladas nas janelas e varandas no mês do ramadã. A vida noturna é muito vibrante, alegre e autêntica. Os ruídos da rua parecem não ter fim! A vida diurna no ramadã, porém, é muito diferente - e de muitas maneiras desafiadora! Os jejuadores ficam mais cansados, exaustos e impacientes, devido às longas horas de jejum. Dessa forma, dominados pela exaustão física, é possíveis que algumas pessoas fiquem mais hostis e agressivas do que o habitual. Nossas famílias cristãs enfrentam desafios durante esse mês. Para os muçulmanos, somos as pessoas que ‘não jejuam’! Somos vistos como estranhos e incrédulos, uma vez que não jejuamos com eles durante esse mês que consideram sagrado. De muitas maneiras, o ambiente fica triste e deprimente ao longo do mês.
       Nossas crianças são por vezes confrontadas por seus amigos muçulmanos com perguntas difíceis, como: ‘Por que vocês, cristãos, não festejam como os muçulmanos? O jejum é um dever religioso, foi ordenado por Deus!’. Muitas crianças cristãs são desprezadas e ridicularizadas por seus amigos muçulmanos, porque não jejuam durante o ramadã! De todos os meses do ano, o ramadã é o momento em que nós, cristãos egípcios, devemos nos dedicar mais à oração por nossos amigos e vizinhos muçulmanos. Esse é o melhor momento para mostrar-lhes o verdadeiro amor de Cristo!"

    Pedidos de oração:
* Ore para que Deus dê coragem e estratégias aos cristãos para falar e expressar o amor de Cristo aos muçulmanos durante o ramadã.
* Interceda para que os cristãos egípcios dêem bom testemunho aos muçulmanos durante esse mês.

11/10/2013

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL II

 ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL II

Há uma Escola bendita
Onde se aprende a verdade,
Traz a mensagem inaudita
Da graça e da liberdade.
Nesta Escola conhecemos
O que fizeram os heróis,
Cujas vidas bem sabemos
São para nós qual faróis.
Vidas como a de Sansão,
De Moisés e de Josué,
Que nos falam ao coração
E nos incitam à fé.
Uma história tão bonita
É a do jovem Daniel,
De Ruth, a moabita
E do justo irmão Abel.
Também temos a história
Do puro e manso José,
Cujo exemplo, na memória,
Nos mantém sempre em pé.
Uma vida bem formada,
Sempre nela se advinha
De Dorcas, a bem-amada
E de Ester, a rainha.
Vidas assim consagradas
Para  Deus Pai servir.
Muitas mais nos são mostradas,

São exemplos a seguir. 
São exemplos a seguir.
Nesta Escola assim se aprende
A Jesus a gente amar,
Quem não vem se arrepende,
A Deus não vai agradar.
Esta Escola benfazeja,
De valor tão sem igual,
Vive aqui bem nesta Igreja,
É a Escola Dominical!
(Wally Alves Fernandes)

Pais matriculem seus filhos na ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL